segunda-feira, 1 de setembro de 2014


1 comentário:

  1. 1. O sonho é um acto psíquico completo. 2. A sua força pulsional é sempre um desejo por realizar . 3. O seu não reconhecimento enquanto desejo - as suas bizarrias e os seus múltiplos absurdos - provêm da censura psíquica que sofreu no momento da sua formação . ( Freud , S. Traumdeutung , 1999 )

    ResponderEliminar