sábado, 27 de setembro de 2014














1 comentário:

  1. « Para nos sentirmos confiantes numa cidade estranha , precisamos de um espaço fechado sobre o qual exerçamos um certo direito e onde possamos estar sós , quando o turbilhão das vozes novas e incompreensíveis ganha demasiado peso . Tal espaço deve ser calmo , silencioso e ninguém nos deve ver - quer quando nele nos refugiamos , quer quando o deixamos. Nada como desaparecer num beco sem saída , nada , como ficar parado diante de um portão do qual guardamos a chave no bolso . ( ...) »

    E. Canetti , O silêncio da casa e o vazio dos telhados , Marraquexe .

    ResponderEliminar