segunda-feira, 20 de abril de 2015


1 comentário:

  1. « Quem , das pequenas casas de chá , sobre a praça Dunbar à noite se assomou , no meio da multidão viu o teu retrato amantíssimo . São só memórias agora , os pagodes , os dragões , as tuas mãos ( ...) »

    ResponderEliminar